Opinião

Roberto Almada

A Mulher do leme

A Dina é uma Mulher humilde, trabalhadora e empenhada que leva muito a sério as tarefas que ‘toma em ombros’

Fabio Diniz
Fábio Diniz

Ser ativista… militante… agora?

O termo ativista é inúmeras vezes questionado, ainda é um assunto tabu, polémico, desconfortável e sinónimo de caos

"Os efeitos devastadores que esta pandemia tem causado na nossa economia e as suas repercussões dramáticas para muitas famílias, actividades ligadas directa ou indirectamente ao turismo não deixou outra solução que não recorrer a ajudas"

Com este longo rasto de doenças, químicos, dejetos e sofrimento e ainda a pesada pressão que coloca sobre as populações de peixes selvagens, via propagação de parasitas, fugas, e maior pressão sobre os recursos pesqueiros, a sustentabilidade da aquacultura afigura-se como uma ilusão.

O apoio à compra de carros eléctricos para uso particular, num milhão de euros, é uma ajuda à compra de brinquedos caros por meninos ricos, não vai resolver nenhum problema ambiental e muito menos do congestionamento do transito e da ocupação do espaço útil da cidade. Esse valor deve ser antes canalizado para investimento nos transportes públicos colectivos.

O SESARAM tem sido palco de um espetáculo deprimente, de disputa de tachos, oferecido à população pelo novo Governo Regional, que afinal e apesar da entrada do CDS não tem nada de novo.

O Governo propõe-se comprar o que deu antes de mão beijada (a gestão do CINM) e que permitiu ao grupo Pestana arrecadar mais de 50 milhões ao longo dos anos sem ter investido nada que justifique tamanhos lucros. É de um privilégio que se trata.

Páginas