Opinião

Em 2019, uma auditoria do Tribunal de Contas, ao período compreendido entre 2013 e 2015, detectou a prescrição de diversos processos da execução fiscal que lesaram os cofres do Estado em 3,9 milhões de euros. Ficámos a saber que tal se deveu a uma série de falhas ou incúria nos procedimentos, bem como que a dívida para com a Segurança Social atingia, no final de 2015, os 266 milhões de euros. 

Saudamos em especial todos os trabalhadores que têm de sair de casa, durante este período de confinamento para cumprirem as suas responsabilidades profissionais, expondo-se ao risco de contágio.

A pretexto da pandemia o PSD e o CDS aprovaram uma norma abusiva que permite o voto por procuração dos deputados ausentes dos plenários. No limite podem estar todos os 23 deputados da oposição na sala e bastam um do PSD e outro do CDS, para garantir a vitória destes nas votações.

Gastar um milhão euros para apoiar a compra de 200 carros novos, para quem tiver 25.000 euros disponíveis faz algum sentido em plena pandemia, não há outras prioridades?

A promessa de proporcionar estacionametno gratuito aos profissionais do SESARAM esfumou-se

Páginas