Opinião

Roberto Almada

Saio da Assembleia com o dever cumprido! (Parte I)

O social foi prioridade do BE, no combate ao risco de pobreza, ao desemprego ao abandono dos idosos, à violência doméstica; por um complemento às pensões de miséria, aumento do salário mínimo, a construção de novos lares de idosos. Por um Estatuto do Cuidador Informal, na defesa do Serviço Regional de Saúde e do bem-estar animal.

Guida Vieira
Guida Vieira

Decidir o futuro que queremos

Fazer mudanças ajuda a aliviar a vida. Dá leveza às nossas vivências e dá pica para continuarmos a viver. Ficar tudo igual, deixando arrastar situações de desgaste e ficar sem esperança, é o pior que pode acontecer

Paulino Ascenção
Paulino Ascenção

O PSD-M não governa, governa-se!

Não basta mudar os governantes, é preciso um novo modo de funcionamento da Administração sem compadrio nem perseguições, que proteja o interesse público, o que é de todos. Mais transparência e mais participação, nos negócios do Governo não pode haver segredo!

Maria Conceição Pereira

Tristes notícias

Procuro seguir o noticiário diariamente, pois sou uma cidadã preocupada com os destinos da nossa terra. E seleccionei uma pequena lista de notícias.

Roberto Almada

Haverá fome na Madeira?!

Na passada semana, num dos debates ocorridos na Assembleia, o vice-presidente do governo regional afirmou que “não há fome na Madeira”.

Guida Vieira
Guida Vieira

Causas e não casualidades

Sou muito favorável à política de causas e não de casualidades, e modas que passam.

Tiago Camacho

Assumir responsabilidades

Queremos ser autónomos, mas esperamos que os outros resolvam os nossos problemas. A mobilidade, a saúde, a pobreza, o trabalho precário são problemas que a nossa região não resolve por ineficiência governativa mas justificada com um alegado inimigo externo.