Notícias

Enquanto, neste país, não se conseguir combater a violência doméstica o BE insta a que se defendam os direitos próprios das crianças vítimas e/ou testemunhas de violência doméstica

Em Portugal as crianças continuam a enfrentar grandes dificuldades importantes naquilo que respeita ao cumprimento dos seus direitos. Em julho de 2019 foi rejeitado pelo PS, PCP e CDS a proposta de lei do Bloco de Esquerda que garantia a proteção devida às crianças testemunhas de violência doméstica, reconhecendo-lhes o necessário apoio e direito à proteção.

Precariedade ou Emprego com Direitos no centro da Ação Política do Bloco

A 6 de Outubro, o voto no Bloco de Esquerda é o garante de respeito por quem trabalha e faz a economia deste País. Pelos trabalhadores de hoje e pelo futuro laboral das novas gerações.

Reforço das pensões para maior dignidade dos mais frágeis

A 6 de outubro é importante ir votar e votar no Bloco de Esquerda que está sempre ao lado dos mais desprotegido para forçar um maior equilíbrio social, defendemos os mais frágeis sempre e não só nas eleições.

Defender o serviço público de saúde

O Bloco defende maior orçamento para a saúde, para melhorar a resposta do serviço público, separação clara com o privado, valorização dos profissionais - um serviço público universal, geral, gratuito e de qualidade.

Fim das propinas e mais residências no Ensino Superior

O Bloco defende o fim das propinas, maior investimento no Ensino Superior, em residencias universitárias e maior estabilidade dos orçamentos das Instituições e das vidas dos funcionarios, docentes e investigadores. 

BE quer mais respeito e dignidade para os idosos

Os mais velhos não podem ser tratados como um peso para a sociedade foram eles que fizeram a nossa história e são a faixa etária mais desrespeitara pelo governo Regional.

A concessão do porto é o grande garrote à economia regional

Há uma teia densa montada pelo PSD entre o Governo e os grandes grupos privados que controla tudo e impede qualquer iniciativa estranha a esses interesses de ter êxito, seja a iniciativa empresarial, cultural, desportiva ou outra. Tal como os eucaliptos o PSD-M seca tudo em volta.

Região está na "retaguarda" no que diz respeito à igualdade de género

Egídio Fernandes, candidato do BE á Assembleia Legislativa da RAM, disse hoje que a região está na "retaguarda" no que diz respeito à igualdade de género, indicando como exemplo a Lei Eleitoral para a Madeira. 

A autonomia não é para criar milionários, é para dar vida digna a todos.

Bloco é o único partido que aponta os problemas fundamentais e indica a mudança necessária para a Madeira. O PS fala em mudar, mas não apresenta uma única proposta concreta que corrija as injustiças escandalosas criadas pelo PSD. O CDS esse é o partido dos senhorios e está pronto a dar a mão ao PSD para ficar tudo na mesma.

Albuquerque usou o cargo para resolver os seus negócios privados

Os governantes do PSD estão no governo para tratar da sua vidinha e o exemplo vem de cima. A Quinta do Arco era propriedade de Miguel Albuquerque e agora é uma unidade do grupo Pestana. Albuquerque renovou a concessão da Zona Franca sem concurso, ao mesmo grupo Pestana.

Páginas