O Bloco está solidário com as medidas decididas pelo Governo Regional para conter a pandemia. Esta crise torna clara a importância fundamental do serviço público de saúde.

Passados dez anos há familias afetadas ainda sem ajuda, há guardas provisórias por reparar na ribeira João Gomes e há fatores de risco sobre os quais nada se fez. Entretanto milhões foram esbanjados em obras inúteis, como o cais 8 e a cobertura das muralhas.

É preocupante a instrumentalização da comunicação social pelos interesses económicos, a isenção e a pluralidade da informação ficam em causa, o que enfraquece a Democracia. 

Com este longo rasto de doenças, químicos, dejetos e sofrimento e ainda a pesada pressão que coloca sobre as populações de peixes selvagens, via propagação de parasitas, fugas, e maior pressão sobre os recursos pesqueiros, a sustentabilidade da aquacultura afigura-se como uma ilusão.

O apoio à compra de carros eléctricos para uso particular, num milhão de euros, é uma ajuda à compra de brinquedos caros por meninos ricos, não vai resolver nenhum problema ambiental e muito menos do congestionamento do transito e da ocupação do espaço útil da cidade. Esse valor deve ser antes canalizado para investimento nos transportes públicos colectivos.

O SESARAM tem sido palco de um espetáculo deprimente, de disputa de tachos, oferecido à população pelo novo Governo Regional, que afinal e apesar da entrada do CDS não tem nada de novo.

O Governo propõe-se comprar o que deu antes de mão beijada (a gestão do CINM) e que permitiu ao grupo Pestana arrecadar mais de 50 milhões ao longo dos anos sem ter investido nada que justifique tamanhos lucros. É de um privilégio que se trata.

Opinião

Guida Vieira
Guida Vieira

Para ELAS o máximo respeito

Nesta semana, eu, que continuo a fazer parte DELAS, só posso sentir orgulho por aquilo que já conseguimos alcançar, e tristeza por haver tanta coisa por resolver. Mas a luta vai continuar, porque a vida não para e ainda temos muito caminho pela frente para andar.

Guida Vieira
Guida Vieira

Firme nos princípios, radical na ação

Firmeza com princípios claros e com a radicalidade necessária é sempre, para mim a melhor maneira de caminhar na vida.

Paulino Ascenção
Paulino Ascenção

Orçamento, esperança adiada

O Orçamento não traz novidade, nem parece que há mais um partido no Governo, não dá melhores perspetivas de futuro para quem quer viver na Madeira, é de continuidade na satisfação das clientelas (agora alargadas) e no empobrecimento do povo – bem que o PSD prometeu mais dinheiro para a caridade.

Luisa Santos
Luísa Santos

A saúde continua igual

A saúde continua igual. Não vemos no orçamento o investimento que é necessário. Exigimos ao governo que cuide do serviço público de saúde, não rebente mais por favor!

Videos

DEPRIMENTE A LUTA PELOS "TACHOS" NO SESARAM