Autarquias

Destaque

Notícias

Para os lóbis empresariais há milhões, para os pensionistas nem tostões. O BE tem apresentado todos os anos, no Orçamento da Região, proposta de complemento regioal para as pensões mais baixas e tem sido sempre chumbada pelo PSD

O Bloco propõe a gestão pública dos portos da Madeira enquanto infraestrutura estratégica e uma empresa pública para gerir as ligações marítimas para o continente e para o Porto Santo, em defesa do interesse público e para o bem de todos.

Na entrevista dada ao JM-Madeira, Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda assumiu a possibilidade de vir a ser criada um "geringonça" na Madeira, caso o resultado em Setembro assim o permita.
"Se for possível construir uma maioria em nome de quem trabalha, em nome das mudanças para uma justiça social na Madeira, o BE nunca faltará a essa maioria no parlamento. Não faltou no continente, nem vai faltar na Madeira.

Só o serviço público nas ligações aéreas pode garantir preços justos e voos suficientes. A liberalização falhou, dez anos bastam para ver isso, quem apela à intervenção do Governo para junto da TAP baixar os preços ou para atrair concorrência, está a admitir o falhanço, pois a liberalização implica a não intervenção.

O PSD quis reescrever a história da Revolta da Madeira, apresentando-se como seu herdeiro, na verdade o PSD é herdeiro dos protegidos da ditadura, contra a qual o Povo se levantou e que esmagou a Revolta.

Páginas