O Bloco está solidário com as medidas decididas pelo Governo Regional para conter a pandemia. Esta crise torna clara a importância fundamental do serviço público de saúde.

Passados dez anos há familias afetadas ainda sem ajuda, há guardas provisórias por reparar na ribeira João Gomes e há fatores de risco sobre os quais nada se fez. Entretanto milhões foram esbanjados em obras inúteis, como o cais 8 e a cobertura das muralhas.

É preocupante a instrumentalização da comunicação social pelos interesses económicos, a isenção e a pluralidade da informação ficam em causa, o que enfraquece a Democracia. 

Moção A

Um Bloco de transformação, uma Esquerda Alternativa

Moção B - A Esperança que resiste

Moção à VIII Convenção Regional do Bloco de Esquerda Madeira

Páginas