Notícias

O Grupo Parlamentar do BE na Assembleia Legislativa da Madeira exigiu, na sessão plenária desta terça-feira, que o Governo Regional arranque, de imediato, com a recuperação do Hospital dos Marmeleiros.

O Grupo Parlamentar do BE na Assembleia Legislativa da Madeira reuniu-se, nesta sexta-feira, com o líder do Grupo Parlamentar na Assembleia da República, Pedro Filipe Soares, e com o Deputado do BE Madeira no Parlamento nacional, Paulino Ascenção, para discutirem as propostas de alteração ao Orçamento do Estado (OE) para 2018.

Realizou-se nesta quinta-feira, no Parlamento Europeu, o IIº Forum da Economia Social e Solidária, organizado pelo Partido da Esquerda Europeia, de que faz parte o Bloco de Esquerda, sob o lema " Desenvolver a Economia Social e Solidária - uma alternativa económica na Europa".

Na discussão da Moção de Censura ao Governo Regional, ocorrida na passada semana, os deputados do BE confrontaram Miguel Albuquerque com as razões que justificam a censura à atuação do Executivo madeirenses. Dizem os parlamentares bloquistas que o Governo da Madeira não é capaz de garantir respostas aos inúmeros problemas sociais dos povos destas Ilhas e que atira, sistematicamente, para o Governo da República as responsabilidades pela sua inércia e incapacidade governativa.

Paulino Ascenção confrontou também Mário Centeno sobre os juros da dívida da Madeira.

Foi na sessão pelnária desta quarta-feira que o BE defendeu, no Parlamento madeirense, a sua proposta de criação de um complemento de pensão, no valor de 65 euros mensais, para todos os idosos e pensionistas que tenham rendimentos inferiores ao Salário Mínimo.

Os candidatos do BE aos órgãos autárquicos do Concelho de Machico estiveram esta manhã na zona da Ribeira Seca e Moinho da Serra numa iniciativa de pré-campanha da candidatura bloquista àquele município.

Catarina Martins visitou hoje a Região Autónoma da Madeira, onde fez campanha nas cidades de Machico, Santa Cruz, e ainda o centro do Estreito da Câmara de Lobos, terminando o dia no Funchal para o lançamento da campanha da Coligação Confiança, onde o Bloco apoia Paulo Cafôfo para a Câmara Municipal. No comício, criticou os líderes do PSD e CDS.

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda participa em ações de apoio às candidaturas autárquicas do BE no Funchal, Santa Cruz, Machico e Câmara de Lobos.

 

O Bloco de Esquerda Madeira apresentou hoje o candidato apoiado por esta força política à Câmara da Ribeira Brava. Trata-se do Independente José Luís Jaleco, um pequeno empresário que vive e trabalha na Freguesia do Campanário e que elege como grandes prioridades da sua candidatura o combate aos males sociais de que o Concelho padece.

Como é público, terminou nesta segunda-feira, às 18h, o prazo para a entrega de candidaturas autárquicas. O BE Madeira concorre com listas próprias em seis municípios e renova a coligação de partidos, liderada por Paulo Cafôfo, que ganhou, há quatro anos, a Câmara do Funchal ao PSD pela primeira vez na história do poder local democrático.

O BE Madeira apresentou neste sábado o seu candidato à Câmara Municipal de Santa Cruz. Trata-se do independente Miguel Fonseca, que foi militante do PS até 2011. Na conferência de imprensa, realizada esta manhã em frente ao edifício da Câmara de Santa Cruz, onde marcaram também presença o Coordenador Regional do BE e o Deputado bloquista à Assembleia da República, Miguel Fonseca enumerou algumas propostas para o Concelho.

O candidato do BE à Câmara Municipal de Santa Cruz é o ex-vereador desta autarquia, Miguel Fonseca. Miguel Fonseca é uma figura conhecida da cena política regional e foi Vereador do PS na Câmara de Santa Cruz, em regime de substituição, no mandato 2009-2013, tendo sido também Deputado na Assembleia Municipal do Funchal entre 1997 e 2005.

A Candidata do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal da Ponta do Sol volta a ser Maria Ganança, activista sindical e política e uma das mais importantes e carismáticas figuras do Concelho da Ponta do Sol e da Esquerda madeirense.

Bloco condena a violência, as perseguições políticas a opositores, as dificuldades criadas à população e todo o tipo de restrição de liberdade de manifestação, normal e natural num regime democrático.

Tiago Camacho, de 27 anos, residente e eleitor do Porto Santo, trabalha na área da restauração naquela ilha e é a aposta do Bloco de Esquerda para a Câmara Municipal local. O agora candidato dirigiu-se nesta terça-feira, pela primeira vez, ao eleitorado e prometeu “desenvolver novas estratégias de união, trabalho e dedicação, para finalmente resolver os problemas que o Porto Santo tem”.

Os candidatos do Bloco de Esquerda (BE) aos órgãos autárquicos de Machico visitaram, esta manhã, aquela que foi a primeira cidade turística da Madeira, a MATUR, na freguesia de Água de Pena, onde destacaram «uma situação grave» relacionada com o saneamento básico.

Na sessão plenária desta manhã, no Parlamento Regional, o Coordenador Regional do BE acusou a Secretária Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, que é também candidata do PSD à Câmara do Funchal, de "utilizar as casas do Povo para a sua campanha autárquica".

O Deputado do BE na Assembleia da República, Paulino Ascenção, justificou o voto favorável da bancada bloquista a um diploma oriundo da Assembleia Legislativa da Madeira que garantirá o apoio a todas as famílias que viram as suas habitações destruídas pelas chamas dos incêndios que atingiram a Madeira em Agosto do ano passado.

Chama-se Tiago Camacho, tem 27 anos de idade, trabalha na restauração, é um independente que agora se estreia no domínio político e pretende empreender uma mudança no panorama autárquico porto-santense. Eis a descrição sintética do cabeça-de-lista do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal do Porto Santo.

Páginas