Notícias

Na intervenção que antecedeu a votação final global do Orçamento da Região para 2018 o Deputado Roberto Almada justificou o voto contra da bancada bloquista por este documento favorecer claramente "os grandes interesses privados". O parlamentar do BE diz que este Orçamento é um documento que traduz a opção política do novo homem forte do governo, o vice-presidente Pedro calado, afirmando que "um dos objetivos do homem é dar prioridade às grandes obras faraónicas, (...) que dão ´um jeitão do caraças' à 'tubaranagem que saliva' só de ouvir falar nos milhões que podem arrecadar".

O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda, na Assembleia Legislativa da Madeira, reuniu com a União dos Sindicatos da Região Autónoma da Madeira (USAM), para abordar alguns dos problemas que preocupam os sindicatos representados nesta união.

Do Social ao Animal, da Educação ao Desporto, do “Bolso” à Banca. A bancada parlamentar do BE na ALRAM apresentará 13 propostas de alteração ao Orcamento da RAM para 2018, bem como ao PIDDAR, medidas em diversas áreas, desde o social à causa animal, da educação ao desporto, dos impostos que visam diretamente os cidadãos às empresas , mas também apontando à banca.

 

O terceiro Orçamento do Estado desta legislatura foi aprovado com os votos da esquerda parlamentar e prossegue a trajetória de recuperação de rendimentos e reposição dos cortes do anterior governo. A cedência do PS ao lóbi da energia marcou pela negativa o debate orçamental. Dossier organizado por Luís Branco.

No âmbito da discussão do Orçamento da Região para 2018 na Assembleia Legislativa da Madeira, o grupo parlamentar do Bloco de Esquerda vai propor a inscrição de uma verba no para garantir o reposicionamento nas carreiras dos professores e com contabilização integral do tempo de serviço.

O grupo parlamentar do BE na Assembleia Legislativa Regional reuniu ontem com o Sindicato dos Enfermeiros da Madeira, para, no âmbito da preparação do Orçamento da Região para 2018, obter alguns contributos e sugestões.

O governo regional gasta, anualmente, 25 milhões de euros em apoios aos estabelecimentos de ensino privados. Uma verba que é "superior à destinada às expropriações para o novo hospital", como refere Rodrigo Trancoso.

A coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda afirmou este domingo, no Funchal, que o partido fez propostas de alteração ao Orçamento para 2018 porque "não está tudo bem", mas, por outro lado, sublinhou que "o Governo Regional da Madeira não pode continuar a dizer que não há um novo hospital por falta de contribuição" do OE.

A Comissão Coordenadora Regional do BE Madeira, reunida neste sábado, deliberou iniciar o processo de convocação da VIIª Convenção Regional do partido na Região, cuja Sessão Final terá lugar no dia 4 de Março de 2018, no Funchal.

O Grupo Parlamentar do BE na Assembleia Legislativa da Madeira exigiu, na sessão plenária desta terça-feira, que o Governo Regional arranque, de imediato, com a recuperação do Hospital dos Marmeleiros.

O Grupo Parlamentar do BE na Assembleia Legislativa da Madeira reuniu-se, nesta sexta-feira, com o líder do Grupo Parlamentar na Assembleia da República, Pedro Filipe Soares, e com o Deputado do BE Madeira no Parlamento nacional, Paulino Ascenção, para discutirem as propostas de alteração ao Orçamento do Estado (OE) para 2018.

Realizou-se nesta quinta-feira, no Parlamento Europeu, o IIº Forum da Economia Social e Solidária, organizado pelo Partido da Esquerda Europeia, de que faz parte o Bloco de Esquerda, sob o lema " Desenvolver a Economia Social e Solidária - uma alternativa económica na Europa".

Na discussão da Moção de Censura ao Governo Regional, ocorrida na passada semana, os deputados do BE confrontaram Miguel Albuquerque com as razões que justificam a censura à atuação do Executivo madeirenses. Dizem os parlamentares bloquistas que o Governo da Madeira não é capaz de garantir respostas aos inúmeros problemas sociais dos povos destas Ilhas e que atira, sistematicamente, para o Governo da República as responsabilidades pela sua inércia e incapacidade governativa.

Paulino Ascenção confrontou também Mário Centeno sobre os juros da dívida da Madeira.

Foi na sessão pelnária desta quarta-feira que o BE defendeu, no Parlamento madeirense, a sua proposta de criação de um complemento de pensão, no valor de 65 euros mensais, para todos os idosos e pensionistas que tenham rendimentos inferiores ao Salário Mínimo.

Os candidatos do BE aos órgãos autárquicos do Concelho de Machico estiveram esta manhã na zona da Ribeira Seca e Moinho da Serra numa iniciativa de pré-campanha da candidatura bloquista àquele município.

Catarina Martins visitou hoje a Região Autónoma da Madeira, onde fez campanha nas cidades de Machico, Santa Cruz, e ainda o centro do Estreito da Câmara de Lobos, terminando o dia no Funchal para o lançamento da campanha da Coligação Confiança, onde o Bloco apoia Paulo Cafôfo para a Câmara Municipal. No comício, criticou os líderes do PSD e CDS.

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda participa em ações de apoio às candidaturas autárquicas do BE no Funchal, Santa Cruz, Machico e Câmara de Lobos.

 

O Bloco de Esquerda Madeira apresentou hoje o candidato apoiado por esta força política à Câmara da Ribeira Brava. Trata-se do Independente José Luís Jaleco, um pequeno empresário que vive e trabalha na Freguesia do Campanário e que elege como grandes prioridades da sua candidatura o combate aos males sociais de que o Concelho padece.

Como é público, terminou nesta segunda-feira, às 18h, o prazo para a entrega de candidaturas autárquicas. O BE Madeira concorre com listas próprias em seis municípios e renova a coligação de partidos, liderada por Paulo Cafôfo, que ganhou, há quatro anos, a Câmara do Funchal ao PSD pela primeira vez na história do poder local democrático.

Páginas