Opinião

Em 2019, uma auditoria do Tribunal de Contas, ao período compreendido entre 2013 e 2015, detectou a prescrição de diversos processos da execução fiscal que lesaram os cofres do Estado em 3,9 milhões de euros. Ficámos a saber que tal se deveu a uma série de falhas ou incúria nos procedimentos, bem como que a dívida para com a Segurança Social atingia, no final de 2015, os 266 milhões de euros. 

Foram algumas dezenas de bloquistas que participaram na manifestação do Dia do Trabalhador, no Funchal, organizada pela União dos Sindicatos da Madeira, afeta à CGTP.

Paulino Ascenção, deputado do BE-Madeira à Assembleia da República, protagonizou hoje uma acção política do Bloco, na qual se debruçou sobre a problemática do assédio moral nas empresas, o qual considerou “difícil de provar” mas que “aflige muita gente, sobretudo quem trabalha por conta de outrem”.

No debate mensal com o presidente do Governo Regional, o BE defendeu a alteração do atual modelo de exploração das operações portuárias da Região considerando que o modelo de concessão proposto pelo Executivo de Albuquerque não é o que melhor serve os madeirenses e portossantenses.

Na sessão solene comemorativa do Dia da Liberdade, o presidente da Assembleia Municipal do Funchal, Rodrigo Trancoso, recordou a alteração e mudança verificadas aquando das eleições autárquicas realizadas em 29 de setembro de 2013. Nessas eleições uma coligação de seis forças partidárias destronou dos destinos da governação do principal município madeirense o PSD que "nunca nesta casa se dignou homenagear o acontecimento histórico que hoje aqui nos junta".

Páginas